Eu amo minha filha! Ajude-a

 

Ao meio dos escombros do terremoto uma mãe desesperada derruba lágrimas dos olhos!

Enquanto máquinas pesadas tentam romper camadas de cimento em busca de mais de 30 alunos em uma escola.

Vítimas de um terremoto que atingiu o arquipélago da Indonésia.

O numero de vítimas não param de crescer, e um número significativo de mortes, fora os que continuam soterrados.

A destruição toma conta da cidade, prédios, hospitais mesquitas, shoppings, tudo em ruínas.

Um terremoto de 9,15 graus da escala Richter provocou o tsunami de 2004 que causou a morte de 232 mil pessoas na

Indonésia, Sri Lanka India e outros países localizados no oceano Indico.

As pessoas estão em pânico

 O abalo pode ser sentido em prédios da capital indonésia, Jacarta, a centenas de quilômetros de distância do epicentro.

 O terremoto também foi sentido em Cingapura e Malásia.

 

Fonte:http://noticias.uol.com.br/ultnot/internacional/2009/10/01/ult1859u1579.jhtm

 

 

Leia Também

O que é Pré Sal

Vida financeira saudável

 

Uma resposta em “Eu amo minha filha! Ajude-a

  1. I and also my pals were found to be reading the nice tips and tricks located on your web site and so immediately developed an awful feeling I had not thanked the website owner for those strategies. Most of the guys happened to be glad to read them and have now without a doubt been using them. Many thanks for actually being indeed considerate and then for having certain really good useful guides most people are really needing to know about. My very own sincere regret for not saying thanks to earlier.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s